Residência Artística 2017

Julia Teles, Laura Salerno e Marcus Garcia

Julia Teles, Laura Salerno e Marcus Garcia
Bio

NuDEs (Núcleo de Diversões Eletrônicas) é um grupo de pesquisa de luz, som, tecnologia e arte. Formado por Julia Teles, Laura Salerno e Marcus Garcia, o trio iniciou suas atividades no fim de 2014, a partir de uma vontade de explorar equipamentos elétricos e eletrônicos e compreender suas capacidades aliadas à programação. Por meio de uma pesquisa artística e técnica, o grupo busca maneiras de aliar elementos de luz, som e mecânica, a fim de explorar suas capacidades performáticas, seja realizando eventos pontuais (performances), seja criando instalações e espaços interativos e/ou autônomos.

www.cargocollective.com/nudes

O projeto

Técnicas mistas

Técnicas mistas mistas tem como conceito a experimentação tecnológica em si, apoiada em suportes artísticos e estéticos. Configura um espaço autônomo, no qual a participação do espectador ativa uma reação em cadeia de dispositivos, que permite relacionar seus corpos com o som, a luz e o ambiente, em um sistema integrado e retroalimentado. Seu título remete à multiplicidade de interesses que permearam o conceito e o desenvolvimento da obra: programação, eletrônica, marcenaria e elétrica.

Texto crítico

Marcus Bastos

Ambiente como poética

Vem se tornando comum um tipo de pesquisa que oscila entre as linguagens da dramaturgia e da arte contemporânea. Isso é consequência de um deslocamento dos campos cênico e plástico para o âmbito da presença e do ambiente. Livros como Aesthetics of Installation Art, de Juliane Rebentisch, ou Artificial Hells, de Claire Bishop, mostram como durante os séculos 20 e 21 houve uma reconfiguração da relação entre corpo e espaço (espectador e obra). É marcante a forma como as artes visuais investiram-se de teatralidade, e os atos performáticos revestiram-se de especificidades de lugar e contexto. A pesquisa do NuDEs encontra-se neste limiar, em que o som, a luz e o ambiente, assim como a participação do espectador, constituem aspectos de uma poética de sensorialidades e afetamentos permeados pelo contraponto entre o físico e o tecnológico.

Processo Work in Progress